http://instagram.com/k_carrasqueira

terça-feira, 7 de maio de 2013

Poema nº 181

Poema nº 181

Eu sou uma brisa que passou.
Sou fios de cabelo
por entre os dedos.

Eu sou o "adeus"
que você nunca falou.
Eu sou seus erros.

Eu te protejo,
eu me exponho.
Sou eu quem morre,
você quem mata.

Eu sou você
diante do espelho.
Eu sou a brisa
que passa.

20 de Abril de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário