http://instagram.com/k_carrasqueira

terça-feira, 5 de março de 2013

Poema nº174

Poema nº 174

Tão vazio que doí.
Um silêncio que ecoa,
Vibração que corroí o peito.
Sensação de desespero!

O corpo, uma prisão.
Quisera ter asas para voar.
Quisera ter forças para lutar.
Quisera poder desistir e recomeçar.
Quisera amar!

13 de Dezembro de 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário